As alternativas ao jornalismo de ciência tradicional

Escrito em Julho 6, 2014 - Na categoria Jornalismo de ciência

COM A redução drástica das redacções e o desaparecimento das secções de ciência, muitas outras alternativas se colocam ao jornalismo de ciência. Este artigo de Paige Brown nos EMBO Reports vale mesmo a pena ler – An explosion of alternatives – Considering the future of science journalism:

When it comes to the business models and physical structures of science journalism in the future, experimentation seems to be the name of the game. Blogging is probably not the final answer, but high‐quality blogging networks, often overseen by community managers and editors, have great potential to augment conversations around the science content of news organizations. Not‐for‐profit, foundation‐funded and privately supported platforms that provide longer form coverage are also on the rise, along with crowd‐funded investigative science journalism.

Jornalistas da BBC aconselhados a não dar voz a pseudo-cientistas

Escrito em Julho 6, 2014 - Na categoria Jornalismo de ciência

ATÉ QUE enfim que alguém toma uma decisão corajosa para tentar acabar com a pseudo-ciência nos órgãos de comunicação social: BBC staff told to stop inviting cranks on to science programmes.

As razões do falhanço do Byliner, um modelo de jornalismo narrativo pago à peça

Escrito em Julho 5, 2014 - Na categoria Diversos

QUANDO nasceu, pensou-se que podia ser um modelo de negócio para o jornalismo narrativo. Menos de três anos depois, falhou redondamente. O que correu mal? Laura Hazard Owen tenta procurar as razões do descalabro.

As lições do Guardian Australia, uma publicação exclusivamente online

Escrito em Julho 5, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

INTERESSANTE artigo, que vale a pena ler – Guardian Australia: lessons in launching an online-only publication.

Newspeak para despedimentos: “Reavaliação da redacção”

Escrito em Julho 5, 2014 - Na categoria Diversos

PARA LER: Wall Street Journal fires journalists in ‘re-evaluation’ of newsroom.

Vice faz animação sobre vida secreta de jornalistas

Escrito em Julho 2, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

ABSOLUTAMENTE a não perder: Correspondent Confidential.

[dica de Journalism.co.uk]

Quando uma notícia com 100 anos aparece como “breaking news”…

Escrito em Julho 2, 2014 - Na categoria Televisão

A PRESSA é inimiga da perfeição. Mas isso já os jornalistas deviam saber: Un error lleva a la televisión siria a dar como urgente una noticia de hace cien años.

Associated Press também vai usar robôs para escrever algumas notícias de economia

Escrito em Julho 1, 2014 - Na categoria Sinal dos tempos

SINAL dos tempos: AP will use robots to write some business stories.

NYT acelera carregamento da sua primeira página

Escrito em Junho 26, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

ALGUNS órgãos de comunicação portugueses ganhariam bastante se lessem este artigo: How The New York Times sped up its homepage.

Como fazer melhores vídeos noticiosos

Escrito em Junho 26, 2014 - Na categoria Vídeo

PARA LER: 5 tips for engaging online video from The Times and WSJ.

NYT fecha ou funde quase metade dos seus blogs

Escrito em Junho 26, 2014 - Na categoria Weblogs

QUANDO a redacção começa a diminuir e a única coisa que interessa são os cliques em quantidade industrial, é hora de fechar também os blogs, deixando mais alguns nichos a descoberto. Cavadela a cavadela, a sepultura começa a ficar pronta para receber o caixão.

Revista Computerworld fecha edição em papel

Escrito em Junho 23, 2014 - Na categoria Jornais, Sinal dos tempos

A REVISTA Computerworld, nas bancas desde 1967, publica hoje a sua última edição em papel.

A guerra alemã contra o link (e contra a Internet)

Escrito em Junho 20, 2014 - Na categoria Diversos

PARA LER, de Jeff Jarvis, sobre a loucura dos editores alemães que querem que o Google lhes pague por links: The German war against the link:

Their demands are as absurd as they are cynical and dangerous. First, of course, Google is sending the publishers plenty of value as well. That is, Google is sending the publishers us: readers, customers, the public these news organizations allegedly want to serve. So what are we, chopped liver? (…) Google is never going to pay for the right to quote and link to content. That would ruin not only its business but also the infrastructure of knowledge online. If we can find only the knowledge that pays to be found, then the net turns into … oh, I don’t know, a newsstand?

As fontes anónimas e a vergonha jornalística

Escrito em Junho 17, 2014 - Na categoria Deontologia

NOS PAÍSES onde os jornalistas ainda sentem vergonha de dar voz a fontes anónimas que mentem, este título é apropriado: The source may be anonymous, but the shame is all yours.

[Obrigado, @TiagoDF]

Ligar as faculdades de jornalismo às redacções

Escrito em Junho 13, 2014 - Na categoria Ensino do jornalismo

O MAIS recente número dos Nieman Reports tem um interessante artigo chamado Re-writing J-School, sobre os esforços que muitas faculdades americanas estão a fazer para se ligarem mais com as redacções:

Just as medical students, under doctors’ guidance, learn how to do everything from draw blood to deliver babies, prospective journalists working under experienced professionals can use new tools and techniques to produce real-world journalism. And just as teaching hospitals also are centers for innovation, journalism schools would become laboratories for new ways to cover and produce the news. While the idea is not new, its pace has been accelerating.

Como fazer “live blogging” para fins jornalísticos

Escrito em Junho 13, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

UM INTERESSANTÍSSIMO relatório sobre “live blogging” jornalístico do Polis, o “think tank” de Jornalismo e Sociedade da London School of Economics, que já saiu há um mês, mas que eu ainda não tinha visto: As it Happens – How live news blogs work and their future. Disponível em PDF aqui.

[dica de One man and his blog]

Redes sociais devem ser preocupação de toda a redacção, não de apenas alguns jornalistas

Escrito em Junho 4, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo, Sinal dos tempos, Twitter

INDISPENSÁVEL, na American Journalism ReviewSome Newspapers to Staff: Social Media Isn’t Optional, It’s Mandatory.

Columbia Missourian testa inquéritos online como forma de viabilizar o jornalismo

Escrito em Junho 3, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

O JORNAL Columbia Missourian vai deixar cair o seu paywall e testar os inquéritos online como forma de viabilizar o jornalismo. Porque é que desistiram do paywall?

It didn’t work. After 18 months, memberships hit a plateau, and the revenue didn’t offset the deficits, namely reduced traffic to the website and costs affiliated with managing the system.

[dica de @rsalaverria]

Como é que as grandes organizações noticiosas gerem as redes sociais?

Escrito em Maio 30, 2014 - Na categoria Twitter

UM INTERESSANTE artigo do Nieman Journalism Lab – Who’s behind that tweet? Here’s how 7 news orgs manage their Twitter and Facebook accounts.

O que acontece quando um humano (e não uma máquina) twita notícias

Escrito em Maio 30, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo, Twitter

PARA LER com atenção: It’s alive! What NPR learned from turning its @nprnews Twitter account from a bot into a human.

A personalização pode salvar a primeira páginas dos sites noticiosos?

Escrito em Maio 27, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

UMA DAS revelações do Innovation Report do The New York Times foi que a primeira página do site viu cair o seu tráfego em mais de 50 por cento nos últimos anos. Depois disso, saíram uma série de artigos que se questionavam sobre o eventual fim da primeira página nos sites noticiosos. Vale a pena ler este artigo, que aponta uma possível solução para o problema: Can personalisation save the news homepage?

O jornalismo de sarjeta anda por aí…

Escrito em Maio 23, 2014 - Na categoria Deontologia, Jornais

O ENGANO na capa da Nova Gente de hoje mostra que alguns “jornalistas” que por aí andam nem sequer confrontam as fontes sobre as quais escrevem – Revista troca identidade de Luís Montenegro.

ADENDA: A Nova Gente já pediu desculpas “aos erroneamente visados” e o líder parlamentar do PSD diz, através de uma “fonte próxima” (que é obviamente necessário proteger porque corre perigo de vida…), que vai processar a revista.

O que é que o relatório de inovação do NYT pode ensinar às escolas de jornalismo?

Escrito em Maio 22, 2014 - Na categoria Ensino do jornalismo

PARA LER com atenção: Remix: Put the Lessons of the NYT Innovation Report into Practice.

Os algoritmos que decidem as notícias que vemos

Escrito em Maio 22, 2014 - Na categoria Diversos

A LER: How algorithms decide the news you see.

Diez Minutos publica “entrevista imaginária” com Letizia Ortiz

Escrito em Maio 22, 2014 - Na categoria Deontologia, Jornais

ORA AQUI está uma nova forma de jornalismo: a entrevista imaginária.

Revista New York lança site sobre ciências sociais

Escrito em Maio 16, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

A REVISTA New York lançou esta semana um novo site sobre ciências sociais a que chamou Science of Us.

[dica de Columbia Journalism Review]

As nove melhores e as nove piores coisas do jornalismo

Escrito em Maio 15, 2014 - Na categoria Diversos

PARA LER: The best and worst things about journalists.

The nine best things about journalists

1. We tell you things that you didn’t even know you didn’t know.
2. Our default position is healthy scepticism.
3. We know that there’s no such thing as a stupid question.
4. Our way with words translates jargon into language that actual people use.
5. We juggle complex intellectual, legal, commercial and ethical issues every day, simultaneously and at high speed, all while giving the impression of being little deeper than a puddle.
6. Our lateral thinking spots the significance of the dog that didn’t bark (noting in the process that Sherlock Holmes was created by a journalist).
7. We speak truth to power (or, at least, we say boo to a goose).
8. Our gallows humour keeps us going despite the grim stories we cover and the even grimmer people we work with (perhaps the most literal exponent of the art was journalist Ben Hecht who wrote the movies His Girl Friday and The Front Page about hacks covering a hanging).
9. We identify with other journalists as fellow members of society’s awkward squad (which is why even those of us who have left the frontline of reporting and become “hackademics” still can’t stop saying “we”).

The nine worst things about journalists

1. We have a tendency to tell young hopefuls that all the quality has vanished from journalism compared to when we started out (journalists have been harking back to a mythical golden age for well over a century).
2. Our scepticism can sometimes become cynicism.
3. We routinely demand public apologies or resignations from anyone accused of misbehaviour (except ourselves).
4. Our way with words is too often used to reduce individuals or communities to stereotypes.
5. We have been known to conflate a popular touch with boorish anti-intellectualism.
6. Our collective memory lets us down surprisingly often. (We won’t get fooled again? Don’t bet on it.)
7. We are in danger of viewing the world through the eyes of whoever employs us, forgetting that, while they might hire us, they don’t own us.
8. Our insistence that we are something of a special breed is a bit rich given that most journalistic jobs have more in common with The Office than with All The President’s Men.
9. We eviscerate politicians for fiddling their expenses while celebrating hacks from the golden age (see no. 1) for doing exactly the same.

[dica de Greenslade blog]

Porque é que directora do NYT foi despedida?

Escrito em Maio 14, 2014 - Na categoria Jornais

UM INTERESSANTE artigo na New Yorker sobre o despedimento de Jill Abramson de directora do The New York Times que deixa algumas questões no ar:

“Several weeks ago, I’m told, Abramson discovered that her pay and her pension benefits as both executive editor and, before that, as managing editor were considerably less than the pay and pension benefits of Bill Keller, the male editor whom she replaced in both jobs.”

“Sulzberger’s frustration with Abramson was growing. She had already clashed with the company’s C.E.O., Mark Thompson, over native advertising and the perceived intrusion of the business side into the newsroom.”

“A third issue surfaced, too: Abramson was pushing to hire a deputy managing editor to oversee the digital side of the Times. She believed that she had the support of Sulzberger and Thompson to recruit this deputy, and her supporters say that the plan was for the person in this position to report to Baquet.”

Entretanto, o novo director nomeado, Dean Baquet, parece não ter muito jeito para as redes sociais, como fez notar o Juan Antonio Giner…

Associated Press e Reuters querem notícias com menos de 500 palavras

Escrito em Maio 13, 2014 - Na categoria Agências noticiosas, Sinal dos tempos

A ASSOCIATED Press quer que a esmagadora maioria das suas 2000 notícias diárias não ultrapasse as 500 palavras e já avisou os seus jornalistas das novas directivas. E a razão é simples:

The news service says many of its members — 15,000 or so newspapers, Web sites, and radio and TV stations around the world — lack the staff to trim stories to fit their shrinking news holes. What’s more, AP says, readers can get turned off by longer stories, especially on mobile devices, an increasingly popular way for people to get the day’s news.

A Reuters pediu o mesmo aos seus jornalistas.

Globe and Mail quer que jornalistas escrevam publireportagens

Escrito em Maio 12, 2014 - Na categoria Deontologia, Jornais, Publicidade, Sinal dos tempos

SINAL DOS tempos: Apparently the Globe and Mail wants its journalists to write advertorials now.

NYT publica relatório sobre inovação na redacção

Escrito em Maio 12, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo, Jornais

ABSOLUTAMENTE indispensável o mais recente relatório do NYT sobre as necessidades de inovação na redacção: Newsroom innovation team – Our recommendations. ADENDA: Entretanto, já houve uma fuga do relatório na íntegra.

[dica de capitalnewyork.com]

Observador nasce a 19 de Maio

Escrito em Maio 9, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

O OBSERVADOR, um projecto de jornalismo online que ambiciona concorrer com o Público, marcou a sua data de nascimento para 19 de Maio. Recentemente, foi buscar ao diário da Sonae Isabel Marques, que é agora a sua directora comercial.

Editores-chefe do Le Monde demissionários

Escrito em Maio 6, 2014 - Na categoria Jornais

A QUASE totalidade dos editores-chefe do Le Monde demitiu-se hoje por desacordos com a direcção do jornal:

En cause, une série de désaccords et de conflits non réglés depuis plusieurs mois. Désaccord sur la nouvelle formule du quotidien print, initialement prévue ce printemps mais repoussée en septembre. Désaccord autour du projet de quotidien sur tablette, retoqué par l’un des trois actionnaires du Monde, Xavier Niel. Crispation autour du projet de mobilité interne, alors que 57 postes doivent être réaffectés. Absence de décision concernant la direction du web, alors que deux chefs s’en écartent, et qu’une dizaine de CDD arrive bientôt en fin de contrat.

Entretanto, os valores da ajuda do Estado aos jornais em papel em França atingem níveis escandalosos e que põem mesmo em causa a célebre independência editorial face aos poderes…

A realidade e as expectativas exageradas dos paywalls

Escrito em Maio 6, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

VALE A pena ler este artigo da mais recente edição de revista científica Digital Journalism que analisa e realidade e as expectativas exageradas da eficácia dos paywalls, um negócio cujo eventual sucesso ainda é mantido no segredo das próprias empresas de media:

“The argument here is that the revenue generated by paid online news content is not substantial enough to make paywalls a viable business model in the short term. Media corporations do not disclose information about their digital subscription revenues and this lack of transparency might impact on research findings.”

[dica de European Journalism Observatory]

Saiu o Expresso Diário

Escrito em Maio 6, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

NASCEU hoje o Expresso Diário. Descarreguei-o e, sinceramente, não gostei muito do que vi. Demasiado texto. Pouca, muito pouca, inovação.

Relatório analisa imagem dos bancos transmitida pelos jornalistas europeus

Escrito em Maio 2, 2014 - Na categoria Investigação

UM RELATÓRIO fresquinho e a não perder – Media Coverage of Banking and Financial News:

“There is a substantial amount of goodwill between the financial industry and journalists. The media are not actively looking for negative stories in the financial sector and are willing to report on business news in a positive manner and with a neutral tone where possible. The media are however more likely to report on negative than on positive news about the banking sector, echoing the way they assess newsworthiness in other sectors.”

Confiança e jornalismo num ambiente digital

Escrito em Maio 2, 2014 - Na categoria Investigação

SAIU EM Março e é do Reuters Institute for the Study of Journalism. Vale a pena ler: Trust and Journalism in a Digital Environment

Novas formas de analisar as audiências na redacção

Escrito em Abril 30, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

PARA LER – Building an analytics culture in a newsroom: How NPR is trying to expand its digital thinking.

As escolas de jornalismo estão a ensinar o que devem?

Escrito em Abril 29, 2014 - Na categoria Ensino do jornalismo

PARA LER com atenção e seguir alguns dos links propostos: Are journalism schools teaching their students the right skills?

El País enterra paywall

Escrito em Abril 23, 2014 - Na categoria Ciberjornalismo

PARA LER: ‘El País’ ‘entierra’ el muro de pago y lanza un órdago para resucitar sus suscripciones digitales.

« anteriorseguinte »