As novas profissões do jornalismo

Escrito em Agosto 16, 2011 - Na categoria Ensino do jornalismo | 5 Comentarios

É NORMALMENTE a seguir às férias de Verão, quando leio livros como este ou leio posts deste tipo – 11 Journalism Jobs You May Hold in the Future -, que me interrogo se o que estou a ensinar aos meus alunos ainda terá algum valor daqui a dois ou três anos. E a resposta é invariavelmente a mesma.

É por isso, que vou mudar outra vez o programa de Atelier de Jornalismo e acrescentar mais algumas tarefas à já carregada agenda de trabalhos. Vamos ver se resulta…

A propósito: Journalism Textbooks Suffer Slow Path to Publication.

E ainda: 6 Proposals for Journalism Education Today.

Comentários

5 Respostas a “As novas profissões do jornalismo”

  1. Pedro Rebelo sobre Agosto 16th, 2011 11:00 am

    É dar-lhe Sr. Professor.
    Mesmo com todo o teu esforço, e acreditando sem sombra de duvidas no valor daquilo que lhes passas, continuo a achar que muitos ainda não acreditam bem naquilo que ouvem e que, mesmo com a realidade em frente aos olhos, ainda estão muito agarrados a um passado que, convenhamos, já nem é o deles…
    Nota de rodapé: Porquê o Moodle e não um site próprio?
    Um abraço

  2. Patrícia Raimundo sobre Agosto 16th, 2011 11:28 am

    Boa! 🙂 É desta que há um ataque de pânico generalizado no início do semestre! 😉

  3. António Granado sobre Agosto 16th, 2011 1:11 pm

    Patrícia:

    Tu és sádica?

  4. 11 novas funções para os jornalistas no mundo das redes « Jornalismo Multimídia sobre Agosto 16th, 2011 2:01 pm

    […] preparado(a)? Uma postagem no Sustainable Journalism.org e comentários de António Granado no Ponto Media. Via Marcos […]

  5. Patrícia Raimundo sobre Agosto 17th, 2011 4:10 pm

    😉 Não sou nada! Até defendi a tua última turma quando lhes querias dar um trabalho extra! Foi ou não foi? 😛 Mas não posso mesmo deixar de ficar feliz por ainda haver alguém que está sempre a pensar no futuro e a incentivar os alunos a fazer o mesmo 🙂 Mesmo que isso signifique deixar alguns deles à beira de um valente ataque de nervos! 😉

Deixe uma resposta